Letras de Alcione - Brasil De Oliveira Da Silva Do Samba<span> Letra</span> | BUMBABlog

Letras


Letras de Brasil De Oliveira Da Silva Do Samba Letra de Alcione

Más letras de Alcione



LETRABrasil de Oliveira da Silva do Samba (Letra/Lyrics)

Ó Vera
Hermafrodita mãe gentil
Se faceira és Verinha
Se dolente és Brasil

De dia mulata maneira, materna e malandra
De noite remexe brejeira na roda de bamba
Se toca Brasil de Oliveira da Silva do Samba
Metade usa terno de linho, metade miçanga

Ó Vera
Tu és nação
Tu és país
Por ti mesma é fecundada
Pai e mãe dos teus guris
Alguns degeneram
Te causam tumores de angra
Depois te operam e retiram as suas muambas
Deixando os irmãos de herança
Mendigos de tanga
Não sabem a dor de um peito materno
Que sangra e se sente infeliz

Mas eu
Sou sentinela dos teus ais
Que tenho orgulho de meus pais
Sou mercador das ilusões
Mas sei que é preciso urgentemente
Te resgatar completamente
Varrer a casa e os porões
Te assumir ô mãe

(adsbygoogle = window.adsbygoogle||[]).pauseAdRequests=1;(adsbygoogle = window.adsbygoogle||[]).push({});

Canta pra subir
Que a moça tá engravidada
Vera Cruz tá aí
Quase estourando a bolsa d'água

Canta pra subir
Que a moça tá engravidada
Vera Cruz tá aí
Quase estourando a bolsa d'água

Alcione Brasil De Oliveira Da Silva Do Samba Letra 60614 2491338

Comentarios