Letras de Indica - Ikuinen Virta (en portugués) | BUMBABlog

Letras


Letras de Ikuinen Virta (en Portugués) de Indica

Más letras de Indica



"Um fluxo (rio) eterno"

Meus anos diminuem
Eles se dissipão no ar
como fumaça no céu

Minhas marcas (cicatrizes) talvez saiam (desapareçam)
Nada permanece
Tudo desaparecerá

Eu faço um castelo de areia
ele desabará nesse lugar
não se levantará até amanhã

É insensato (inutil) construir
um caminho (fluxo) contínuo
Se tudo desaparece

E que se o fluxo (rio) eterno da vida
quebra como uma ponte podre
E se eu desvio de um barco em meu caminho
Eu posso construir um céu (paraiso) das cinzas?*

Só este momento é certo
Por cima do belo gelo, minha alma está dando um passeio
o Criador, eu sinto muito por pertubar sua paz
Eu posso construir um céu (paraiso) das cinzas?*

Você preserva em uma caixa
*Você gastar dinheiro com taxas
talvez em uma casa de pedra

Mas por que você acredita nisto
Se está preparado para você
só uma cama de musgo

E que se o fluxo (rio) eterno da vida
quebra como uma ponte podre
E se eu desvio de um barco em meu caminho
Eu posso construir um céu (paraiso) das cinzas?*

Só este momento é certo
Por cima do belo gelo, minha alma está dando um passeio
o Criador, eu sinto muito por pertubar sua paz
Eu posso construir um céu (paraiso) das cinzas?*

Meu Céu (paraiso) de cinzas.
Meu Céu (paraiso) de cinzas.

*o sentido dessa frase é que ela quer construir um paraizo mas só tem cinzas pra isso
Indica Ikuinen Virta (en portugués) 27225 1599755

Comentarios