Letras de Leroy - Liberté | BUMBABlog

Letras


Letras de Liberté de Leroy

Más letras de Leroy



Deixou o fel na boca imunda que outrora florescia
Cimentou os campos da esperança trazendo torpor.
O cinismo que irradia
O sarcasmo que destrói.

Liberta-me uma vez mais.
Liberta-me, mais.

Paz é medo, fé é dor.
Medo medo medo
Dor dor dor.

Andaremos sem rumo em nossos últimos dias.
Se dez vidas eu tivesse, dez vidas eu daria
Estes medos que plantastes, são as flores que cultivas
Esta dor é verdade e vida.

Liberta-me uma vez mais.
Liberta-me, mais.

Paz é medo, sempre será.
Sempre e sempre e sempre será.
Amor é dor e nada mais.
Leroy Liberté 577 1206598

Comentarios