Letras de Marcelo Oliveira - De Amar e Ser | BUMBABlog

Letras


Letras de De Amar E Ser de Marcelo Oliveira

Más letras de Marcelo Oliveira



Hoje é domingo
Folga o meu pingo
Mas amanhã amor
Tropa na estrada
A vida encordoada
No corredor
Não sei do tempo
Mas peço aos ventos
Nova canção
E em cada espora
Choram as horas
De um coração

Quem sabe a vida
Mostre na vinda
Um fruto novo amor
E a madrugada
Cante na estrada
De um sonhador
Que chora aqui
Por quem aí sabe da vida
Que anda estendida
Mas em seguida
Retorno a ti

Na volta ao rancho
Barro em carinho
A florescer
Que o campo em paz
Razões nos tras
De amar e ser

Se a primavera
Depois da espera
Plantou verões
No outono e inverno
Cantarão enternos
Dois corações

O mesmo poncho
Que volta ao rancho
Depois do corredor
Colheu do passo
O úmido abraço
Pra entregar a ti
Que hoje aqui
Chora e sorri
Rosto da vida
Flor não colhida
Por bem querida
Voltei por ti

Na volta ao rancho
Barro em carinho
A florescer
Que o campo em paz
Razões nos tras
De amar e ser

Se a primavera
Depois da espera
Plantou verões
No outono e inverno
Cantarão enternos
Dois corações
Marcelo Oliveira De Amar e Ser 24590 1206616

Comentarios